Porto do Recife

Recife, 29 de maio de 2017

Menu

Infraestrutura

Infraestrutura > Infraestrutura Aquaviária

Infraestrutura Aquaviária do Porto do Recife

As informações referentes às condições de profundidade estão de acordo com a Portaria N° 24/CPPE, de 07 de junho de 2013, que define os parâmetros limites para entrada nos Portos de Pernambuco e designa os Calados Máximos Recomendados (CMR) nos berços de atracação.

A infraestrutura Aquaviária de um porto se apresenta como fator de segurança à navegabilidade e em conseqüência das cargas e logística operacional e da econômica de uma região.

No Porto do Recife estas condições se apresentam de tais formas favoráveis que caracterizam um grande fator de escolha do Porto pelos diversos agentes da atividade do transporte aquaviário, bem como de desenvolvimento da economia regional.

  • Condição natural de águas tranqüilas abrigadas por arrecifes, ampliada através de Obras de Proteção (Molhes);
  • Sinalização Náutica Luminosa de navegabilidade e acesso;
  • Extensa Área externa de Fundeio ao largo do canal de acesso;
  • Canais de Acessos (externos):
    • - Sul - Utilizado por grandes embarcações, possui profundidade de 12 metros (na maré Zero), largura de 170 metros, chegando até 255m na curva da entrada e extensão aproximada de 3.400m,
    • - Norte – Com cerca de 1 km de extensão é utilizado apenas por pequenas embarcações, pois tem profundidade de 6,5 metros na maré zero.
  • Canal de navegação (Interno) composto de 05 trechos que margeiam cais operacionais e não-operacionais assim distribuídos no sentido norte/sul:
    • I – (Na entrada da Barra) Largura média de 230 metros, extensão central de 427 metros e profundidade em cota de dragagem de -11,50 metros (maré zero);
    • II – (Área operacional/Zona Primária) Largura média de 308 metros entre os cais 00/01/02 e o canal, extensão central de 420 metros e profundidade em cota de dragagem de – 11,50 metros (maré zero);
    • III – (Área Operacional/Zona Primária) Largura variando entre 398 metros e 163 metros entre os cais 03/04/05/06 e o canal, extensão de 760 metros e profundidade em cota de dragagem de – 11,50 metros (maré zero);
    • IV – (ainda na área operacional da Zona Primária) Largura de 171 metros entre os cais 07/08/09 e o canal, 540 metros de extensão e profundidade de - 8,00 metros em cota de dragagem na maré zero;
    • V – (na área não-operacional, fora da Zona Primária) Largura de 171 metros entre os cais 10 até o cais 15 e o canal, aproximadamente 1.300 metros de extensão com cotas de profundidades que variam entre - 8,0 (cais 07) e – 4,0 metros (cais 15) na maré zero.
  • Bacia Interna de Evolução (manobras) de embarcações com mais de 300 metros.

Movimentação

No momento

06navios atracados no porto público

06navios atracados

Toneladas em operação

487.362no último trimestre

630.751neste ano

Tábua de marés

Em manutenção.

Vídeo Institucional