Menu

facebook twitter Instagram Youtube Linkedin

Comunicação

Comunicação > Notícias

17 de dezembro de 2020

Comitiva do Transat Jacques Vabre conhece as potencialidades do Recife e do Porto

Foto: Tsuey Lan Bizzocchi/Cabanga
Comitiva do Transat Jacques Vabre conhece as potencialidades do Recife e do Porto

Pernambuco quer entrar na rota das regatas de classe mundial, a começar pela Transat Jacques Vabre, e o Porto do Recife tem um papel essencial nesse cenário por estar localizado no coração da capital pernambucana.

A comitiva da regata francesa chegou nesta terça-feira (1512) e o presidente do Porto, Jaime Alheiros, em conjunto com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, tem acompanhado a delegação durante sua estadia na cidade. Nesta quarta-feira (1612) os franceses participaram de um passeio de barco pela Veneza brasileira e conheceram a estrutura do ancoradouro recifense e do centro do Recife.

A visita durou toda a manhã e a comitiva percorreu os principais pontos turísticos do Recife Antigo, como o Marco Zero, Rua do Bom Jesus, Cais do Sertão, Centro de Artesanato, Terminal Marítimo, assim como os Armazéns 12, 13 e 14. Participaram do evento Caroline Caron e Yann Château, representantes do Jacques Vabre; o presidente da Federação Pernambucana de Vela, Yannick Ollivier; Hans Hutzler, diretor de Relações Institucionais do Cabanga Iate Clube; além do presidente do Porto do Recife e Matheus Galindo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

REGATA E TURISMO - Com previsão de chegada à capital pernambucana em outubro de 2021, a regata Transat Jacques Vabre é considerada o evento de vela em duplas mais importante do mundo, mobilizando um grande número de entusiastas do esporte na Cidade de Chegada (Itajaí - 2013 e 2015 / Salvador 2017 e 2019). Com um percurso de 4.350 milhas e participação de quatro classes de veleiros: Class40, Multi50, IMOCA e Ultime, com 40, 50, 60 e 100 pés, respectivamente.

O evento já causou um grande impacto positivo sobre os setores de hotelaria, gastronomia, eventos e serviços, tendo sido aclamado em 2019 como o mais importante para o Turismo de Salvador, fora do período carnavalesco. Nas quatro últimas edições (Itajaí e Salvador) foram contabilizados uma média de 80 jornalistas internacionais, 120 participantes (velejadores e equipe) e uma média de


Movimentação

No momento

07navios atracados

Toneladas em operação

1.085.784neste ano

Tábua de marés

Clique aqui

Vídeo Institucional